Pesquisar este blog

domingo, 25 de maio de 2014

OS NOVOS TEMPOS DOS CELULARES


Enquanto tecnologia complexa e móvel, um aparelho celular aglutina dentro de si várias funções: telefonia (com voz e imagem), fotografia, vídeo (filmadora), rádio, gravador, jogo, correio eletrônico, posição geográfica (mapa e GPS), calculadora, arquivo, calendário e horário. Além de permitir o acesso à internet, o celular ainda permite que o usuário baixe e utilize uma variedade de aplicativos que podem representar outros serviços acoplados ao aparelho. 

Em decorrência de sua potência enquanto mídia, o celular entrou pra valer na vida dos cidadãos como um item de necessidade básica, sendo quase impossível encontrar uma pessoa que, hoje em dia, não o tenha para efeito de comunicação, busca de informações, orientação e lazer. Quer dizer, o aparelho se coloca naquilo que McLuhan chamou de "extensão do homem" na aldeia global, permitindo uma multiplicidade de interações.

A força dos celulares é visivelmente constatada na área dos comportamentos sociais. Interações face-a-face (conversas), reuniões e até aulas mudaram quase que radicalmente com a introdução dos celulares em sociedade. Muitas vezes, é mais do que comum que os pais estejam conversando e os filhos "teclando";  é mais do que comum que, mesmo em locais fechados, as pessoas iniciem conversas em voz alta através do celular; e está ficando comum um professor dando uma aula e os alunos prestando atenção na tela dos seus celulares. 

A charge acima, publicada pelo grande Dálcio no jornal Correio Popular de 24 de maio, é uma crítica contundente à dependência dos celulares por parte dos jovens. Isto porque essa dependência, esse cego apego faz com quem o jovem não mais interaja ou converse presencialmente, quer dizer a comunicação virtual via celular substituiu as interações reais, de carne e osso. É como se sua voz não existisse sem ter de passar pelo canal de comunicação instituído pelo aparelho celular. 

------------------------------------------
Existem bons debates - tipo prós e contras - a respeito do uso do celular na educação/sala de aula, recomendo dois links:

http://cseabra.wordpress.com/2013/03/03/o-celular-na-sala-de-aula/ 

http://www.cartacapital.com.br/revista/772/na-sala-de-aula-nao-3798.html

Nenhum comentário: