Pesquisar este blog

segunda-feira, 7 de julho de 2014

ANÁLISE DE TIRINHAS (33) - VIRTUAL X REAL


A revolução digital, que eleva a comunicação virtual à sua potência máxima, introduz um conjunto significativo de novos costumes nas sociedades onde a internet se faz presente. Os veículos que movimentam as interações virtuais também avançaram em termos de sofisticação -  basta como demonstração desse fenômeno a nova geração de celulares, que  dinamizam as trocas de mensagens via programas como email, redes sociais, fóruns, Skype, etc. - nesta área já ocorre a comunicação com voz e imagens simultâneas, permitindo que os processos virtuais garantam comunicações cada vez mais sofisticadas, velozes e instantâneas.

A virtualização da realidade é tão penetrante e frequente no mundo de hoje que muitos usuários das novas mídias se esquecem da diferença, da distância que separa a interação virtual da interação real, esta última realizada face a face dentro de um espaço concreto de comunicação. Há quem diga que as novas gerações, a dos nativos da internet, se comunicam muito mais através de mensagens virtuais do que com aquelas "olho no olho", tendo um interlocutor de carne e osso à frente.

Uma análise da tirinha acima sugere uma caricatura da vida digital - neste caso, um casamento realizado por uma noiva de carne e osso dizendo o "sim" a uma tela de computador. Adensando a reflexão, podemos atribuir dois sentidos ao enredo dessa cena: 1. crítica aos exageros dos processos digitais; ou (2) enaltecimento dos processos digitais. No primeiro caso, nossa leitura diz que determinadas junções do virtual com o real não dão muito certo, levando a extremos inaceitáveis (casamento via computador). No segundo caso, o autor da tirinha (Alberto Alpino) celebra esse tipo de interação como plenamente possível, com uma união conjugal sendo viável à distância, com uma noiva real e um noivo virtual.

Seguem alguns cartuns para os amigos se posicionarem frente a esse interessante fenômeno da fase de transição que estamos vivendo atualmente.












Um comentário:

Lilian disse...

Muito interessante, Ezequiel! Chega-se a um ponto que o real parece ilógico e o que não tem lógica pode ser possível virtualmente. Muito louco! Realizando o sonho de se vestir de noiva, a moça diz "Sim" à máquina e, através de documentação na tela, ela pode ter os papéis necessários para o "casamento"...virtual? Relacionamento através do computador? Estamos fazendo isso o tempo todo - amigos conversando, expondo suas vidas, sentindo emoções as mais diversas...virtualmente. Muito louco mesmo.
Lilian Gambarini