Pesquisar este blog

sexta-feira, 28 de junho de 2013

ACUAÇÃO DA CLASSE POLÍTICA BRASILEIRA

Quem duvidar que exista efetivamente o título deste texto que consulte o Dicionário Aurélio e verá que ele significa o mesmo que acuamento ou acuo, quer dizer uma parada diante de perigos e ameaças. Entre as extensões para o significado de acuação se colocam: empacamento, encurralamento e atitude defensiva. 

Quer palavra melhor para expressar os receios e os medos dos políticos nacionais diante das manifestações, protestos e vandalismos que ora pipocam ininterruptamente pela cidades brasileiras? A classe política em estado de acuação... O políticos corruptos se colocam na acuação... Para não ficar na acuação, o Congresso agasalha as reivindicações das ruas...

Para mim, as respostas mais que urgentes aos clamores dos manifestantes significa nada mais nada menos do que "culpa registrada no cartório". Caso não houvesse culpa, caso as nossas casas legislativas estivessem realmente voltadas para as necessidades da população e/ou para o interesse comum, não haveria nada a temer ou preocupação a sentir.

A velha - e maquiavélica - manobra de se colocar do mesmo lado do adversário reclamante foi rapidamente assumida e proclamada por vários governantes e legisladores, transformando-se até em mote de vários partidos políticos e usados amplamente em propaganda partidária na televisão. Essa tática do "o culpado são os outros, não eu" foi prontamente percebida e denunciada - tanto que os movimentos bloqueiam o uso de bandeiras partidárias nas procissões de protesto. 

Duvido que a maioria dos políticos por aí, bem cevados pela cultura da falcatrua, consigam sair da acuação. Na primeira oportunidade que tiverem vão novamente se esquecer dos carapintadas, dos panelaços e dos gritos por justiça social e por serviços em prol do Brasil. Creio eu que é retirando-os, pelo voto, de onde se encontram e se locupletam é que teremos uma perspectiva de acabar com a açuação. 

Nenhum comentário: