Pesquisar este blog

segunda-feira, 2 de maio de 2011

A CHAGA DO ANALFABETISMO NO BRASIL


O Censo 2010, divulgado pelo IBGE, apontou que o país tem 14.612.183 de analfabetos entre mais de 162 milhões de brasileiros com mais de dez anos de idade, o que representa 9,02% da população a partir desta faixa etária. Destes, 9,4 milhões de pessoas que não sabem ler nem escrever vivem em áreas urbanas e 5,2 moram em zonas rurais.

14 milhões e meio de pessoas que estão fora dos circuitos da escrita e dos bens por ela veiculados. Além da escola que, pela alfabetização, introduz as pessoas no universo da escrita, o país ainda patina em termos de organismos públicos que venham a permitir práticas contínuas de letramento. Enquanto escolas e bibliotecas não forem colocadas como prioridades nas políticas governamentais de educação e cultura, o vergonhoso índice de 9% custará muito para baixar significativamente e/ou desaparecer.

Um comentário:

Anônimo disse...

Acontece que os governantes vêem que o índice de analfabetismo "diminuiu" e divulgam e comemoram como se estivesse chegado ao fim.
O que deve acontecer, é como o senhor disse, escolas e bibliotecas devem ser colocadas como prioridade nas políticas governamentais para que, realmente, possa se comemorar alguma coisa.

Rebeca.